25 de março de 2013

Heterívoros

Sem ideia pra postar hoje encontrei este estranho criptídeo. Só que a única coisa que encontrei foram pequenos textos que você vai conferir agora:

Primeiramente vamos entender o significado da palavra Heterívoro. Voro define o que o ser vivo come, por exemplo, carnívoro que come carne, herbívoro que come plantas, vegetais, etc. Hetero significa "diferente", e é usado principalmente quando o assunto é sexo, já que você deve conhecer o termo "heterossexual".

É basicamente isso. Heterífero é um ser canibal que devora alguém do sexo oposto. Por exemplo, uma mulher devoraria homens e vice-versa.

Um heterívoro se assemelharia com um ser humano e inclusive andaria entre nós sem notarmos. Mas eles possuem características um tanto bizarra que os denunciariam: são levemente curvados e possuem testas alongadas.

Segundo a criptozoologia, os heterívoros teriam evoluído junto com os humanos, como um elo perdido, mas receberam uma alteração no DNA, fazendo eles terem essa estranha "opção alimentar".

Não sei se os heterívoros devoram somente os da mesma espécie ou qualquer humanídeo, então se você encontrar com um, fujam para as colinas.

CRYPTOZOOLOGY IS OUTWORLD

2 comentários :

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

  2. Baleia explode no meio de uma cidade
    Parece uma manchete de tabloide sensacionalista, ou um trecho de filme B de terror-meleca. Mas a cena realmente aconteceu em Taiwan há dois meses. Um cachalote morto explodiu, provocando um verdadeiro banho de sangue e vísceras que atingiu lojas, carros e pedestres.

    No momento do estouro, o animal estava sendo transportado em uma carreta pelas ruas de Tainan City, em direção a um centro de conservação natural, para que fosse estudado.

    O cetáceo havia sido encontrado encalhado numa praia, onde morreu. O biólogo Wang Chien-ping decidiu levar o animal para sua universidade. Uma idéia complicada, para dizer o mínimo. Foram necessários três guindastes e 50 pessoas para colocar o cachalote na carreta. Ele tinha 17 metros de comprimento (mais ou menos a altura de um prédio de seis andares) e pesava cerca de 50 toneladas.

    A razão da explosão foram os gases no interior do organismo do bicho. “O processo de decomposição faz com que os animais produzam gases dentro do corpo, ficando inchados. No caso desse cachalote, ele ficou na praia, exposto ao calor, o que fez com que os gases se expandissem”, afirma Sérgio Henrique G. da Silva, chefe do departamento de Biologia Marinha da Universidade Federal do Rio de Janeiro.
    O mau cheiro foi tanto que os garis precisaram de máscaras para fazer a limpeza. Mas não é preciso se preocupar: as chances de um bicho explodir perto de você é bem remota.

    “Normalmente os gases são expelidos pelo ânus. Nesse caso, talvez a saída natural estivesse obstruída. O corpo, com a putrefação, se tornou mais frágil, e por isso a pressão interna foi capaz de estourar a parede do intestino”, diz o biólogo.










    Fonte: Notícias do Dia
    Postado por Hugo Santos às 6:15:00 PM Nenhum comentário:
    Enviar por e-mail
    BlogThis!
    Compartilhar no Twitter
    Compartilhar no Facebook
    Compartilhar no Orkut

    Sua nota:

    ResponderExcluir